cork-cellsNão corram todos à procura de pó de cortiça (obtido durante algumas etapas do processo produtivo) pois a aplicação é mais ciêntifica e elaborada que o título à primeira vista pode dar a entender. De acordo com a notícia do Público uma equipa liderada por cientistas portugueses conseguiu extrair da cortiça uma molécula  complexa de Suberina, na forma de película e que esta tem propriedades antibacterianas. A equipa tem vindo a trabalhar no projecto desde 2008 e a película extraída do pó de cortiça pode no futuro ter aplicações no campo do tratamento de feridas crónicas, promovendo a cicatrizarão e evitando o desenvolvimento de bactérias. Outras aplicações podem passar pelo campo dos sacos plásticos produzidos por este biomaterial, mas neste caso os investigadores pensam que ainda há muito caminho a percorrer.

A descoberta foi publicada na revista Biomacromolecules.

Tagged with →  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Real Cork. Real Wine.

Clique nas imagens e partilhe-as:

say yes to cork