Ao ler hoje uma das notícias da RTC (Rede Temática da Cortiça do Engº Luis Gil) lembrei-me de um assunto que tinha feito um apontamento para falar sobre ele já no início de Fevereiro. Estou a falar de uma nova técnica de marcação de rolhas por laser desenvolvida através de uma parceria entre 3 entidades: A Vinico, a ON Láser e a portuguesa Azevedos Indústria S.A..
De acordo com um artigo da revista EUROPACORK esta técnica apresenta inúmeras vantagens face às técnicas de marcação existentes até agora (tinta, fogo, etc). A facilidade com que cada “marca” é criada através de qualquer ferramenta de edição de imagem em computador e depois é passada para a máquina Laser agiliza um processo que até aqui podia apresentar um elevado tempo de espera sempre que se queria criar uma nova “marca” para as rolhas. Segundo o mesmo artigo, além de ser mais ecológico e de ter uma maior definição nas imagens gravadas, este método permite obter a rastreabilidade de cada rolha. Esta verdadeira inovação é conseguida porque este tipo de marcação permite que cada rolha seja marcada com um “número de série” único.
Segundo a noticia do “Diário Digital Agrario” esta máquina (designada por Décork) está já a ser utilizada por duas empresas rolheiras, a “Vínico” e a “Rich Xiberta”

A mim pareceu-me bastante interessante a capacidade de imprimir um número de série único em cada rolha. Para além da mais valia em termos de rastreabilidade, esta capacidade de impressão diferente em cada rolha numa linha de produção pode ter aplicações de marketing. Dou-vos como exemplo as colecções de saquetas de açucar para café em que as marcas apostam para se diferenciarem (criando colecções sobre os mais diversos temas) . Outra possível aplicação poderia passar por exemplo por um qualquer concurso que um engarrafador quisesse fazer para promover um vinho seu, em que o prémio seria atribuído à rolha com uma determinada marca, ou ao consumidor que juntasse um conjunto de rolhas com determinada marca. Se esta nova máquina fôr mesmo uma realidade, penso que poderá ser mais uma ferramenta que pode ser aproveitada para acrescentarmos valor às nossas rolhas.

Ligações com interesse sobre o tema:
http://www.diariodigitalagrario.net/versiones/rc2/articulo2.asp?id=46711
DéCork
Azevedos Indústria S.A.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Real Cork. Real Wine.

Clique nas imagens e partilhe-as:

say yes to cork